As contas da freguesia

por João Mendes 0

Segundo noticiou o Correio da Trofa (CT) na sua mais recente edição, o consulado de Luís Paulo à frente da recém-criada União de Freguesias de Bougado começa com uma amarga surpresa, daquelas a que já nos vamos habituando, nas contas da extinta freguesia de S. Martinho de Bougado.

O CT dá conta de declarações de Luís Paulo onde este afirma que cerca de 80% do valor dos 3F’s (verba atribuída pelo Estado à Junta para fazer face a pagamento de salários) foi gasto já depois da eleições e antes da sua tomada de posse. Fica por saber onde se gastou e porque tal aconteceu num período de transição em cerca de 3 semanas. Fica também no ar a pergunta: será que tal coloca em causa o normal pagamento dos salários aos funcionários da junta? Porque se coloca, a situação torna-se substancialmente mais grave.

O mesmo jornal cita ainda outras declarações do novo Presidente da Junta que se mostra “preocupado” com outras situações “estranhas” com que se deparou nas duas primeiras semanas de trabalho, algumas delas bastante insólitas como o facto de terem sido vendidas 10 campas no dia anterior à tomada de posse dos órgãos autárquicos. São também referidas serviços contratados pela anterior gestão e que só terão sido facturados depois das eleições.

Começa a ser um mau hábito no nosso concelho: as instituições políticas da nossa terra mudam de partido e logo se descobrem “situações” de última hora e dívidas de gaveta. Aconteceu na passagem de testemunho de Bernardino Vasconcelos a Joana Lima e parece estar de novo a acontecer na nova freguesia do concelho. Uma auditoria exige-se! Não podemos estar sempre no meio da neblina enquanto outros vão passando alegremente entre os pingos da chuva. Esta situação deve ser esclarecida e atempadamente apresentada à população de forma clara e objectiva. Os cidadãos da União de Freguesias de Bougado têm o direito de saber exactamente o que se passou. É imperativo que se assumam responsabilidades!

Felizmente, e porque ainda existem bons exemplos (que não me admiram visto ter morado muitos anos na Freguesia de Santiago de  Bougado e saber de que “matéria” é feito o meu antigo Presidente de Junta), descubro pela mesma notícia que, inversamente, as contas de Santiago de Bougado apresentam um saldo positivo de 23 mil euros. Obrigado Prof. Azevedo. A confirmarem-se estes números, só tenho ainda mais a certeza que se existe alguém que fez por merecer o lugar que agora ocupa, esse alguém é o senhor!

João Mendes

Radicalmente contra todas as formas de instrumentalização dos recursos públicos em função dos apetites partidários e com um apetite insaciável pela desconstrução de mentiras e outros embustes que nos são diariamente oferecidos pelas elites dirigentes, a minha luta é por um concelho da Trofa mais transparente, mais íntegro e no sentido da evolução contínua, onde o poder cuja função é servir-nos pode e deve ser questionado. Das pessoas para as pessoas, sem medo nem clientelas.

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.