Floresta Assassinada

por Alexandra Santos 0

Testemunho a tua transformação

e  uma dor me consome.

Bastou um dia,

o teu manto verde desapareceu.

Bastou um dia,

o teu aroma fresco desvaneceu.

 

Beleza virgem violada,

és agora pó e cinza.

Foste assassinada

por aqueles a quem sombra concedeste.

Foste dizimada

por aqueles a quem riquezas cedeste.

 

A tua mãe é a natureza,

os teus filhos somos todos nós,

espécie cruel, a única capaz

de se destruir a si própria,

pois quem te extermina,

a si mesmo anula.

 

Imagem via O Notícias da Trofa

Alexandra Santos

Alexandra Santos nasceu em 1980, em S.Romão do Coronado, concelho da Trofa, onde ainda reside. Licenciou-se em Ensino de Português e Inglês pela Universidade do Minho em 2003, tendo trabalhado sempre, a partir daí, na área da educação. Devido ao gosto pela escrita, tornou-se igualmente escritora, sendo a autora do livro de poesia Palavras Sussurradas.

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.