20º - O nome dos elementos da Comissão Promotora do Concelho da Trofa

por José Maria Moreira da Silva 0

Sempre que existissem alterações provocadas por eleições autárquicas, a nível da presidência da Junta e da Assembleia de Freguesia, esses novos autarcas faziam parte, desde que aceitassem o convite, para pertencerem, por direito próprio, à Comissão Promotora do Concelho da Trofa. Assim aconteceu ao longo do tempo e muitos novos autarcas, das oito freguesias, aderiram. Por esse motivo, a Comissão foi-se alargando até às três dezenas.

Por questões de espaço, não cabe nesta Crónica indicar o nome dos membros da Comissão Promotora do Concelho da Trofa (Alargada), pois seriam precisas duas páginas. Como se afirmou eram perto de duas centenas de individualidades da sociedade trofense. Eram convidadas, desde que apoiassem a criação do Concelho.

Os membros da Comissão Promotora do Concelho da Trofa chegaram a atingir das três dezenas, o que era pouco funcional. Os elementos que pertenceram à referida Comissão eram os seguintes: Pedro Alves da Costa (Presidente); José Pereira Serra; Aníbal Guimarães Costa; Mário Ribeiro; José da Costa Ferreira (1º Secretário); Armando Barros Martins; Augusto Vaz e Silva; José Gregório Torres; António Sousa Pereira (Tesoureiro); Francisco Ferreira Lima; Manuel Rodrigues da Silva; José Luís Reis; Adélio Pereira Serra (2º Secretário); Óscar Campos; Manuel Campos Cruz; Francisco Sá; Bernardino Rodrigues; Fernando Moreira; Fernando Melo Ferreira; José Maria Moreira da Silva; Manuel Assunção Maia; José da Costa e Sá; Manuel Ramalho; Daniel Figueiredo; Modesto Torres, Jaime Moreira; Guilherme Ramos; Joaquim Cruz; Amadeu de Castro Pinheiro; João Moura de Sá; Manuel David Ramos; Joaquim Oliveira, Victor Azevedo; Bernardino Maia; Aires Dias Ferreira; Manuel Martins.

Por questões operacionais, e por questões de desistência ou de não comparência às reuniões de trabalho, a Comissão Promotora do Concelho da Trofa (restrita) ficou constituída pelos seguintes doze elementos: Pedro Alves da Costa; Aníbal Guimarães Costa; José da Costa Ferreira; Armando Barros Martins; Augusto Vaz e Silva; José Gregório Torres; António Sousa Pereira; Francisco Ferreira Lima; Manuel Rodrigues da Silva; José Luís Reis; Adélio Pereira Serra; José Maria Moreira da Silva. É óbvio que são os trofenses os pais do concelho da Trofa, (não todos, pois havia alguns que não estavam a favor e até lutaram contra a criação do Concelho), mas são estes «os verdadeiros» pais do Concelho, pois foram eles que foram mandatados pelo povo trofense para conseguirem a criação do Concelho (os seus nomes até foram sufragados em Assembleias de Freguesia eleitas pelos trofenses) e não qualquer deputado da Assembleia da República, que tinha a obrigação e o dever de votar ou apresentar um Projeto de Lei, referente à criação do Concelho da Trofa.

Por questões funcionais foi constituída a Comissão Executiva da Comissão Promotora do Concelho da Trofa, que faziam parte os seguintes sete elementos: Pedro Alves da Costa; António da Costa Ferreira; Adélio Pereira Serra; António Sousa Pereira; Aníbal Guimarães Costa; Manuel Rodrigues da Silva; José Maria Moreira da Silva.

Como o dia “d” estava a aproximar-se, também houve necessidade de ser criado um Secretariado Permanente, da Comissão Promotora, que foi composto pelos seguintes três elementos: Pedro Alves da Costa; António Sousa Pereira; José Maria Moreira da Silva. 

Foi assim que se organizou a Comissão Promotora, para levar de vencida a missão que lhe foi confiada pelos trofenses: trabalhar afincadamente para que fosse criado o Concelho da Trofa. E assim aconteceu!         

Na próxima Crónica narrarei os preparativos para o dia da “Ida a Lisboa Buscar o Concelho”.

José Maria Moreira da Silva

A liberdade é muito mais que uma simples escolha; ela alimenta os sonhos dos que não têm medo ou preguiça de sonhar. É a possibilidade de usar a razão, em concordância com o nosso pensamento.

Quero aproveitar este espaço de liberdade, para ser livremente livre naquilo que penso e escrevo, sem qualquer tipo de medos ou amarras.

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.