Os nossos heróis

por João Mendes 0

Por estes dias, muitos tem sido os trofenses que se têm destacado pela positiva, no panorama local e nacional. E se os nossos atletas de alta competição, como o ciclista Daniel Silva que honrou o concelho com um fantástico terceiro lugar na Volta a Portugal, ou o maratonista Rui Pedro Silva, que no próximo Domingo, dia 21, representará as cores da nossa terra nos Jogos Olímpicos do Rio são dignos e mais do que merecedores da nossa admiração, existem outros inexcedíveis que mais do que uma referência, são verdadeiros heróis trofenses.

Falo do corpo dos Bombeiros Voluntários da Trofa, uma nobre equipa de mulheres e homens que, por estes dias, enquanto a maioria trabalha ou goza férias, se desdobram em esforços para combater os vários fogos activos no concelho da Trofa, abdicando de noites bem dormidas, da companhia das suas famílias ou de umas férias merecidas para lutar contra os incêndios, colocando-se de forma valente entre as chamas e a floresta, as casas, as fábricas e os trofenses desesperados e sitiados pelo fogo.

Os Bombeiros Voluntários da Trofa são, no mais genuíno sentido da palavra, verdadeiros heróis trofenses. Não só agora, perante o cenário dantesco que se apoderou do nosso concelho e que cobriu os céus da Trofa de nuvens negras, mas durante todo o ano, a acudir emergências, a ir em socorro de quem precisa e sempre alerta e preparados para o que der e vier.

Acontece que os bombeiros precisam da nossa ajuda tal como, a qualquer momento, poderemos precisar da ajuda deles. E a melhor maneira de o fazer é tornando-nos sócios desta importante associação. Às vezes precisamos do choque para ser reactivos e tomar iniciativa, e contra mim falo que não era, até hoje, sócio dos Bombeiros Voluntários da Trofa, mas a verdade é que uma corporação de voluntários precisa de toda a ajuda que lhes pudermos dar.

O meu apelo, neste Verão quente de catástrofes e incendiários, é que abdiquem de um pequeno valor dos vossos orçamentos, se for possível, claro, e que se façam sócios da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Trofa. Para que eles continuem o seu fantástico trabalho e para que possam ajudar mais e melhor. São apenas 18 euros por ano que irão, com toda a certeza, fazer a diferença e ajudar muita gente.

Finalmente, queria deixar uma palavra de agradecimento, não só aos nossos bombeiros mas também à GNR, à Protecção Civil e a todos os trofenses que, como podem, têm ajudado os bombeiros a combater as chamas. É nos piores momentos que o melhor da humanidade se evidencia. Muito obrigado a todos!

João Mendes

Radicalmente contra todas as formas de instrumentalização dos recursos públicos em função dos apetites partidários e com um apetite insaciável pela desconstrução de mentiras e outros embustes que nos são diariamente oferecidos pelas elites dirigentes, a minha luta é por um concelho da Trofa mais transparente, mais íntegro e no sentido da evolução contínua, onde o poder cuja função é servir-nos pode e deve ser questionado. Das pessoas para as pessoas, sem medo nem clientelas.

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.