O presidenciável Renato Pinto Ribeiro

por João Mendes 0

No final de Novembro passado, o …e a Trofa é Minha lançou uma nova categoria de publicações intitulada Tive uma Ideia. No primeiro texto que escrevi neste enquadramento, referi a necessidade de sinalizar de forma mais visível os principais marcos patrimoniais da Trofa, dando como exemplo o Castro de Alvarelhos.

Poucos dias após o envio de um email que enderecei ao vereador da Cultura da CM da Trofa, onde lhe apresentei as minhas sugestões, recebi uma resposta de Renato Pinto Ribeiro, que as acolheu de forma cordial e que manifestou ser sua intenção corrigir essa situação, explicando-me os contornos burocráticos que se obstaculizavam a solução. A título de comparação, um email idêntico enviado para o endereço electrónico oficial do presidente Sérgio Humberto no início de Dezembro, email esse que sei com absoluta certeza que foi lido, não teve direito a resposta. É o tal presidente sempre disponível para os trofenses. Os que lhe interessam, claro.

Volvidos alguns meses, é com agrado que noto que foram já colocadas algumas placas para corrigir este problema. E isto vem provar algo que tive já oportunidade de partilhar com algumas pessoas: que o vereador Renato Pinto Ribeiro, a meu ver e ao contrário de outros seus pares, sabe ouvir e tem uma atitude construtiva. E não me refiro apenas a este caso mas também à forma como conduz, de forma imparcial e equilibrada, os trabalhos em sede de Conselho Municipal de Juventude, onde ocupo um lugar em representação do Clube Slotcar da Trofa.

Importa também referir que é Renato Pinto Ribeiro o homem por trás do maior evento de juventude alguma vez organizado no nosso concelho. Independentemente de quem sobe ao palco para promover a sua imagem, é sobre os ombros do vereador do CDS-PP que todo o peso da organização recai. E apesar das lacunas que já tive oportunidade de referir neste espaço, o Be Live é, sem sombra de dúvidas, um grande evento. Um grande evento e uma mudança de paradigma num concelho que ainda tem muito que aprender no que toca a atrair os mais jovens. Dentro e fora do concelho.

Questiono-me, num momento em que o afastamento entre as direcções nacionais do PSD e do CDS-PP é evidente e se aprofunda semana após semana, se a coligação Unidos pela Trofa se irá manter para as próximas Autárquicas, algo que, como é sabido, não depende apenas da vontade e bom entendimento das estruturas locais dos dois partidos. Caso este cenário de afastamento se verifique, será que teremos o agora vereador a concorrer para a presidência da Câmara? Parece-me uma opção muito válida. Renato Pinto Ribeiro é claramente presidenciável e reune, a meu ver, mais condições que Sérgio Humberto para ocupar o cargo. O que de resto não é muito difícil. Os próximos meses dirão se liderará uma lista independente do CDS-PP. Insisto: seria uma opção muito válida.

Foto: Município da Trofa

João Mendes

Radicalmente contra todas as formas de instrumentalização dos recursos públicos em função dos apetites partidários e com um apetite insaciável pela desconstrução de mentiras e outros embustes que nos são diariamente oferecidos pelas elites dirigentes, a minha luta é por um concelho da Trofa mais transparente, mais íntegro e no sentido da evolução contínua, onde o poder cuja função é servir-nos pode e deve ser questionado. Das pessoas para as pessoas, sem medo nem clientelas.

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.