O Natal é bem mais do que o Natal

por Luís Ferreira Gomes 0

João acordou cedo mas dormir profundamente foi algo que não aconteceu, agarrado à sua nova bola que recebeu de presente esperava ansiosamente que a luz do dia lhe permitisse ir para a rua dar-lhe os primeiros pontapés. Depois de comer um pouco do que restou da noite anterior saiu para a rua quase deserta nesta manhã. Apenas uma ou outra pessoa andava a passear para fazer um pouco de exercício ao corpo, os miúdos que ele esperava que por ali estivesses estavam ou a dormir ou perdidos num qualquer teclado de um qualquer dos muitos presentes que receberam. Ele queria tanto mostrar o presente que tinha recebido e com o qual sonhava faz muito tempo, mas teve de se contentar com fazendo todos os papéis num jogo que devia ser colectivo.

A manhã caminhava para o fim e já suado de tanta bola bater contra a parede, e de tantos jogadores fantasma ter contornado, vê surgir no fundo da rua um miúdo talvez um pouco mais velho do que ele. Quando ele chegou perto dele perguntou:

- Quem és

O miúdo um pouco envergonhado respondeu:

- Sou o Xavier, vivo na rua depois do mercado

- Queres jogar comigo, perguntou o João

- Posso? Retorquiu o Xavier

- Claro, disse alegremente o João

E ali ficaram mais um tempo os dois entretidos com a bola até que já cansados e quase na hora do almoço se sentaram um pouco, no decorrer da conversa o João perguntou ao Xavier o que tinha tido de presente, e ele respondeu que não recebera nenhum presente. João vendo que ele estava triste disse:

- Olha Xavier, então esta bola passa a ser dos dois, sempre que quiseres jogar comigo cá estarei, e quando não puder vir podes passar em minha casa buscar.

Assim terminou a manhã e foram embora, ao chegar a casa o João sorridente disse à mãe, tive outro presente. A mãe perguntou:

- Tiveste? O quê?

João respondeu:

- Tenho um novo amigo, que certamente estará muitas vezes disponível para brincar comigo.

“  O valor que se dá ao que se tem é as pessoas que nos rodeiam depende sempre da importância que se dá a ambas ”

Na esperança que todos estejam a ter um feliz natal, e que transportem este dia para todos os outros, e nunca esqueçam que é bom ter verdadeiros amigos.

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.