Tiago Azevedo é um jovem líder trofense

por João Pedro Costa 0

A vida faz-se de pequenas histórias. Conheci o Tiago Azevedo em 2011, era eu à data presidente do Clube Slotcar da Trofa e a sede por baixo das antigas instalações da AEBA. Recordo-me de um grupo de jovens entrar no espaço, de entre eles, um rapaz que ainda não tinha “barba” acercou-se de mim e num misto de vergonha e respeito perguntou-me se era possível “o Clube fazer um bom preço para utilização do espaço dos computadores”. Respondi-lhe “se convenceres pelo menos seis amigos” não só tens baixo preço, como ainda compramos computadores novos, melhoramos o fluxo de internet e criamos a modalidade de Videojogos. O Tiago olhou-me, um pouco atordoado e incrédulo com a proposta, e perguntou-me “é mesmo a sério?”, ao qual lhe propus que fizesse a parte dele que eu trataria do Clube fazer a sua.

 E assim foi, no dia seguinte o Tiago Azevedo ligou-me e disse-me, “assumo o compromisso”. Começamos a trabalhar a modalidade de videojogos no Clube e desde logo deu para perceber que o Tiago era responsável, tinha perfil de líder, e tratei logo de o convidar para a minha equipa diretiva a sufrágio no mês de setembro, ele tornou-se, assim, um jovem dirigente associativo, imediatamente reconhecido pelo Instituto Português do Desporto e Juventude e o seu empenho nunca mais parou…

Daí para a frente o Tiago cresceu para a vida associativa, passou a ter tarefas, a ser o representante dos seus amigos, a ser sempre o primeiro a chegar para preparar as atividades e o último a sair para que tudo ficasse arrumado! Trabalhoso, mas gratificante disse-me ele muitas vezes.

Das muitas iniciativas que organizámos, lembro-me particularmente de uma, na sede do Clube, – uma grande Lan-Party com mais de 80 jovens. Cada um trouxe o seu computador e o Tiago, conjuntamente com um ou outro amigo que o ajudou, trataram de preparar a rede para que todos pudessem competir. Estava tudo a correr bem, a Trofa TV presente para fazer reportagem, com o Hermano e a Cátia, e a internet falhou - a operadora detetou mais de 50 computadores num único serviço e cortou o sinal, pensando que se tratava de alguém a piratear o serviço! O Tiago Azevedo era o rosto da desilusão, com mais de 100 pessoas na sua “festa” e sem internet era um fiasco. Perguntou-me, o que fazia? Respondi-lhe tu é que és o líder. Ele baixou a cabeça, levantou e disse “está decidido vou devolver o valor da inscrição a cada um e vamos fazer isto por eliminatórias, em vez de uma prova com 80 pessoas, será em quatro sábados, 20 jogadores em cada um.” Foi um mês de maio de 2012 fantástico, com grandes noitadas no Clube Slotcar da Trofa!

O projeto do Tiago cresceu e acabamos por alugar o pavilhão dos bombeiros em julho de 2012, para fazer mais uma grande “jogatana”, num fim-de-semana em que as temperaturas registaram quase 40 graus, mas ninguém arredou pé, era uma oportunidade única de ter a modalidade em grande nível na Trofa!

Claro que também houve desilusões… Quando nos preparávamos para fazer uma grande demonstração de Videojogos no BeLive de 2014, à última hora soubemos que o espaço (junto à estação nova) não dispunha de internet! A desilusão ainda foi maior quando constatou que na edição de 2015 estava toda a gente a borrifar-se para ele e uma vez mais a Câmara Municipal não foi capaz de dotar o espaço do BeLive de internet, capaz de dignificar um festival de juventude!

Confortei-o e disse-lhe para lutarmos. Iriamos continuar a apostar tudo na nova sede (no Aquaplace) faríamos um esforço para fazer contrato com uma segunda operadora para atenuarmos o fraquíssimo sinal da internet no local e possibilitar a organização de novas competições. O Tiago tinha tudo preparado, cartaz, publicidade, prémios, amigos convidados e este mês de dezembro era o mês dele: Videojogos todos os fins-de-semana no Clube Slotcar da Trofa… não fosse a falta de visão de pessoas com responsabilidades na Trofa!

O Tiago foi um dos membros da direção que não esteve presente no passado fim-de-semana na conferência de imprensa do Clube Slotcar da Trofa para explicar à comunidade trofense os constrangimentos que estávamos a ter com uma carta recebida de “um advogado”, porque tinha um torneio já marcado, no Shopping Cidade do Porto, e queria assegurar lá a presença de gente da Trofa…

Quando chegou partilhou esta mensagem no seu facebook:

Bem, não consigo ficar indiferente a esta notícia. Vou falar na qualidade de membro da direcção e representante da área de videojogos...
Várias actividades do Clube eram realizadas naquele espaço. Uma das actividades eram os Videojogos, actividade essa, que move imensa gente jovem do concelho e de concelhos vizinhos, referenciando, o Clube e a Trofa, no mapa dos desportos electrónicos em Portugal. Sim, para quem não sabe, a última actividade de Videojogos no Clube Slotcar da Trofa foi falada no maior portal Gaming de Portugal, e onde existe um vídeo desse mesmo evento com 4829 visualizações. Resumindo, estamos a falar em que o nome Trofa existe nos Videojogos em Portugal, por "culpa" deste Clube.
Mas.... "ah e tal os videojogos não interessam para nada", pois, é "só", uma modalidade que já gerou SÓ em 2015, 612 Milhões de dólares, e com um total de 134 Milhões de espectadores, nos grandes torneios (via TV). E só um desses torneios deu 18 Milhões de dólares para os 3 primeiros classificados (Acima deste só o Campeonato do Mundo de Golf). Ficam só aqui estes 3 números, para não alargar muito mais, até porque esta realidade, em Portugal, não é muito diferente. Existem cada vez mais praticantes desta modalidade.
Já pensou que o seu filho é praticante desta modalidade, e vocês estão a querer acabar com o único local na Trofa com gente capaz de organizar um evento de Videojogos, onde a juventude reina? Já pensaram nisso? O que vão dizer ao vosso filho? Pensem nisso.
Se calhar não estão tão preocupados com a juventude, como pintavam...

NÃO TIAGO AZEVEDO, NÓS NÃO VAMOS DESISTIR…

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.