Verde esperança… falta saber de quê!

por Silvéria Miranda 0

Eram quatro e meia da tarde e fiquei parada dentro do carro, em plena rotunda à beira do Cenfim (aquela rotunda inclinada, qual magnífica obra). Uma fila enorme de carros. “Deve ser um acidente”, pensei. Mas nisto ouvi música. “Não, não pode ser um acidente”, reconsiderei. Estico o pescoço, olho para a frente, e vejo um camiaozinho verdinho e pessoas aos saltinhos dentro do tal camiaozinho verdinho que andava a 20km/h em plena Estrada Nacional em direcção a Santo Tirso.

E aí já não supus nada, tive mesmo a certeza: “Depois da poluição visual com os outdoors, só faltava mesmo a poluição sonora que também não acrescenta nada de significativo a esta terra”. Numa terra onde tanta coisa é “inho”, não sei como ainda esperava que fosse diferente…

(logo que seja possível, e se for possível, colocaremos aqui uma fotozinha do camiaozinho, tirada por nós ou disponibilizada por alguém publicamente nas redes sociais)

Silvéria Miranda

Sempre tive como velha máxima que os factos são sagrados e as opiniões livres. Foi com essa premissa que criámos este espaço e é por ela que me rejo em cada palavra que aqui escrevo. Sem qualquer interesse que não o de ajudar a construir uma Trofa melhor, mais justa e apelativa, digo orgulhosamente que sou tanto da Trofa como a Trofa é minha!

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.