Sérgio Humberto não fala em meu nome.

por João Pedro Costa 0

Legitimamente eleito no sufrágio autárquico de 2013, Sérgio Humberto foi empossado de funções de Presidente da Câmara Municipal da Trofa, cargo que o tornou, em termos administrativos, o mais “alto” REPRESENTANTE dos trofenses, conferindo-lhe um estatuto de elevada importância num país que já completou mais anos de liberdade do que a sua própria idade.

Fiquei pois estupefacto com múltiplos momentos do triste vídeo de 11 minutos e 40 segundos, de um ATO PÚBLICO, que pretendia ser esclarecedor sobre a “vinda do Metro até à Trofa- Muro”, transformado numa cena de perseguição, que já dura há dois anos, a um meio de Comunicação Social, especialmente à pessoa do Hermano Martins, com a novidade de agora ter sido em “canal aberto”!

É do conhecimento generalizado que, logo após a vitória eleitoral, Sérgio Humberto, nas ações públicas em que participa, em representação da Câmara Municipal da Trofa, chega, cumprimenta todos os presentes menos os representantes do jornal “O Noticias da Trofa”, ignorando-os, facto que me dispensa comentários quanto ao grau de educação, mas que lança um desconforto em todos os que presenciam tal desprezo além de que nada dignifica a imagem de um Presidente de Câmara.

Não foi por isso com surpresa que assisti à “encenação” da tentativa de expulsão dos jornalistas do referido órgão de Comunicação Social, mas confesso que também não estava à espera de tanto, ao assistir à presunção de Sérgio Humberto em legitimar o seu ato, invocando que o fazia “em nome da população do Concelho da Trofa”. O défice democrático de Sérgio Humberto traiu-o, levando-o a confundir representatividade com “falar em nome de…”.     

Quero por isso, desde já, na qualidade de munícipe da Trofa, desmarcar-me dessa mentira, porque não legitimei ninguém para falar em meu nome, muito menos para expulsar jornalistas, humilhar pessoas e violar a lei da República Portuguesa.

Pelo exposto, aguardo que o Excelentíssimo Senhor Presidente da Câmara Municipal da Trofa, Dr. Sérgio Humberto, no cumprimento das obrigações do seu cargo e para as mesmas câmaras da Trofa TV, ligadas, peça desculpas formais a todos os trofenses.

(…) “Esta é uma conversa que eu acho que enquanto Presidente de Câmara devo ter com a população do Muro” (…) “há coisas que é do foro público mas isto não implica que seja da comunicação social” (…) “se retirarem não sendo registada uma renião pública que se pretende ser aberta e transparente” (…) “o presidente da Junta já foi claro relativamente a isso” (…) “REITERAVA ESSE PEDIDO EM NOME DA POPULAÇÃO DO MURO E DA POPULAÇÃO DO CONCELHO DA TROFA” (…)

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.