Mais um episódio diário de trânsito congestionado por incompetência política

por João Mendes 0

Existe na Trofa uma rua que todos os dias se vê entupida de trânsito em hora de ponta. Sim caro leitor, eu sei que existem várias ruas nesta situação, principalmente se nos estivermos a referir a perpendiculares à EN14. Mas a rua de que vos falo tem uma particularidade: é que aqui o trânsito não entope apenas porque existe. Entope porque aqui é possível aos automobilistas estacionarem literalmente em cima da faixa de rodagem. E para além das duas existentes, pouco espaço sobra que permita evitar a confusão diária.

A rua em questão é a Rua Alberto Pimentel, onde por falta de sinalização adequada, ou quem sabe por força do hábito, vários veículos podem ser encontrados estacionados na faixa de rodagem que segue na direcção Oeste, mesmo junto à intercepção com a EN14, em frente à entrada traseira do edifício da AHBV Trofa. A dimensão do problema varia de dia para dia, dependendo de número de condutores que optaram por deixar o civismo em casa, sendo que, por vezes, o acesso à EN14 por aquela via poderá revelar-se uma aventura demorada, tal é a quantidade de viaturas que é necessário contornar antes de lá conseguir chegar. Em dias em que o trânsito em sentido contrário é mais intenso, chega-se a perder mais de 15 minutos num percurso que em estrada aberta demoraria segundos.

A culpa não morre solteira. Não pode morrer sempre. E se em parte isto acontece por pura e simples falta de civismo da parte dos condutores que, apesar de terem dezenas de lugares de estacionamento poucos metros atrás, optam por estacionar em cima da faixa de rodagem, não é menos verdade que o problema tem já muitos anos e só por incompetência não será do conhecimento das autoridades e responsáveis locais. Bernardino Vasconcelos não o resolveu, Joana Lima não o resolveu e Sérgio Humberto também não o resolveu, apesar de ainda ir a tempo. Os dois anos que lhe restam de mandato devem chegar e sobrar para trabalhar no sentido de lá ser colocada sinalização que acabe de uma vez por todas com este problema que de tão simples de resolver chega a ser ridículo e denotador de incompetência de quem pode mas não teve ainda a responsabilidade de o resolver.

João Mendes

Radicalmente contra todas as formas de instrumentalização dos recursos públicos em função dos apetites partidários e com um apetite insaciável pela desconstrução de mentiras e outros embustes que nos são diariamente oferecidos pelas elites dirigentes, a minha luta é por um concelho da Trofa mais transparente, mais íntegro e no sentido da evolução contínua, onde o poder cuja função é servir-nos pode e deve ser questionado. Das pessoas para as pessoas, sem medo nem clientelas.

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.