Dúvidas existênciais…

por João Mendes 0

Não tive ainda a sorte de me cruzar com qualquer comitiva política trofense. Se passaram aqui na rua, devia estar a trabalhar…

Por falar em dúvidas existenciais, será que as pessoas que andam em campanha são dispensadas dos seus trabalhos? Quais serão os critérios se assim for? É que eu vejo tanta fotografia de tanta gente em campanha em plena luz do dia que só posso concluir que tenham dispensa. Ou meteram todos férias! Isso seria de um patriotismo sem precedentes…

Voltando às comitivas, há uma pergunta que não me sai da cabeça e que gostaria de colocar à candidata Joana Lima e ao candidato Sérgio Humberto. Não sinto necessidade de a colocar a qualquer dos outros candidatos por ter firme convicção que sei a resposta. A pergunta que eu gostaria de colocar aos dois candidatos era esta:

“Senhor(a) candidato(a), se não vencer as eleições assume o seu lugar na vereação?”

É daquelas perguntas. Da última vez, quem perdeu optou por virar as costas a quem votou nele para o representar. É que, a meu ver, isto não é só ganhar ou perder eleições. É um compromisso que se assume perante pessoas e que não se esgota no Domingo das eleições. Um compromisso por uma terra e não por um lugar.

João Mendes

Radicalmente contra todas as formas de instrumentalização dos recursos públicos em função dos apetites partidários e com um apetite insaciável pela desconstrução de mentiras e outros embustes que nos são diariamente oferecidos pelas elites dirigentes, a minha luta é por um concelho da Trofa mais transparente, mais íntegro e no sentido da evolução contínua, onde o poder cuja função é servir-nos pode e deve ser questionado. Das pessoas para as pessoas, sem medo nem clientelas.

Comentários

Deixar um comentário

Faça Login para comentar.